Atendimento Online

NOTÍCIAS

25-05 - As diferenças entre os exames de tomografia e de radiografia

compartilhe:

Dentre os exames que um dentista pode pedir para seus pacientes realizarem, a tomografia e a radiografia são os mais comumente solicitados por esse profissional. Mas você, como paciente, sabe qual é a função de cada tipo de exame e, especialmente, as principais diferenças entre a tomografia e a radiografia?

Apesar de ambos ajudarem o dentista a ter uma melhor visão da estrutura da arcada dentária, eles podem ser usados com objetivos - e mecanismos - completamente diferentes. Nesse artigo, listamos algumas informações que podem lhe ajudar a compreender melhor a funcionalidade desses dois exames. Confira!

Exames radiográficos: o que são e para que servem?

A radiografia, ou exame radiográfico, é um exame de imagens, que são produzidas com a ajuda de feixes de raios-x. Esses feixes são direcionados para uma parte do corpo específica - no caso dos exames odontológicos, a arcada dentária - e absorvidos pelo tecido que será reproduzido, gerando a imagem em uma placa própria para sua reprodução.

Leia também: Raio-X faz mal à saúde?

Ao contrário da tomografia, o exame de radiografia produz uma imagem em duas dimensões, e não em 3D, permitindo uma visão simples, porém eficiente, da região a ser avaliada. A radiografia é utilizada para avaliar, com extrema facilidade, estruturas dentárias ósseas alteradas (seja por fraturas ou infecções como a cárie), cavidades e até mesmo algumas doenças que não demandam uma imagem mais detalhada para fechar o diagnóstico.

Tomografia: o que é e para que serve?

A tomografia, também chamada de tomografia computadorizada, pode ser classificada como um tipo de radiografia em 3D. De certa forma, essa técnica funciona como um tipo de radiografia extremamente sensível, focando na produção de imagem de uma determinada parte do corpo, que será reconstituída em 3D na tela de um computador.

Leia também: Descubra para que servem os modelos 3D da arcada dentária

Exatamente por sua sensibilidade é que a tomografia é um exame solicitado pelo dentista quando este precisa observar, em detalhes, uma imagem que possa ajudar a detectar pequenas fraturas, hemorragias, alterações ósseas e até mesmo tumores na região oral.

Além de oferecer uma imagem de melhor qualidade para o profissional, a tomografia permite verificar as densidades dos tecidos apresentados na imagem, tornando mais fácil a identificação de estruturas ósseas, dentes e tecidos moles.

Podemos comparar, então, a tomografia como uma fotografia de alta qualidade e tridimensional de uma estrutura corporal.

Quando usar cada exame?

A escolha do pedido de tomografia ou radiografia depende intimamente do tipo de diagnóstico que o dentista precisa fechar quando examina um paciente. Geralmente, tomografias são solicitadas quando é preciso analisar melhor o posicionamento de alguma estrutura ou condição clínica na arcada dentária, como um implante, um cisto ou até mesmo um tumor. A imagem 3D permite uma melhor percepção do local que está sendo examinado.

A radiografia, por sua vez, é solicitada quando o dentista necessita ter uma visão simples, porém eficiente de alguma estrutura. Geralmente, ele é solicitado em diagnóstico de canais, cáries e até acompanhamento de desenvolvimento dos dentes ou uma oclusão dentária. Além de mais prático, a radiografia também é um exame com valor mais acessível e que expõe menos o indivíduo ao efeito dos raios que produzirão a imagem.

Existem cuidados para a realização de cada exame?

Em ambos os exames, alguns cuidados podem ser necessários para garantir a boa reprodução da imagem e, é claro, proteger a sua saúde. A retirada de objetos metálicos e o uso de equipamentos de proteção podem ser solicitados, entretanto, para a realização de alguns exames será necessário alimentação mais leve ou jejum de até 1 hora. Mas não se preocupe! Você será esclarecido no momento de agendar o exame.

Independentemente do tipo de exame que seu dentista tenha solicitado, é sempre importante procurar clínicas especializadas para realização dos mesmos, para garantir, não somente, imagens de qualidade, como também, maior proteção para sua saúde.

Você conhecia as diferenças entre os exames de tomografia e radiografia? Compartilhe conosco suas dúvidas!